• CADA PESSOA TEM UM CABELO DIFERENTE

    De pessoa para pessoa pode existir uma grande variedade de cabelo. Tenha em conta, por exemplo, todos os tons de cor, do louro branco ao preto profundo, e todas as variações na aparência, desde o cabelo liso ao encaracolado, até ao fino ou mais forte. Existem milhares de combinações diferentes. A estrutura do cabelo, a cor e a quantidade estão geneticamente predeterminadas em cada pessoa e estão também interligadas umas às outras.

    Uma pessoa tem entre 85.000 a 140.000 fios de cabelo, dependendo da estrutura e da cor do cabelo. Normalmente, perdem-se cerca de 60 a 100 fios de cabelo por dia. Pessoas louras têm muito mais cabelo, por exemplo, do que aquelas que têm cabelo escuro (em média, pessoas louras têm cerca de 140.000 fios de cabelo e as morenas cerca de 100.000). No entanto, os cabelos claros são, normalmente, mais finos e delicados.

  • A ESTRUTURA DO CABELO

    O cabelo é constituído por 80% de proteínas, 10-15% de água, 5-10% de pigmentos, minerais e lípidos. Existem dois componentes diferentes para o cabelo: o eixo do cabelo que se projeta a partir da pele e as raízes que estão abaixo da superfície da pele. O eixo do cabelo é composto por três camadas. A camada exterior – a cutícula – é particularmente importante pela sua função protetora. Tal como telhas, diversas camadas de células sobrepõem-se entre si formando uma superfície lisa.

    O núcleo do cabelo chama-se córtex e representa 80% do cabelo. É composto por fibrilhas pequenas que estão interligadas entre si para dar mais estabilidade às fibras mais longas. É aqui que a cor natural dos pigmentos é armazenada. Estas fibras de queratina são importantes para a estrutura do cabelo e a sua elasticidade.

    O núcleo do cabelo é composto pela medula capilar. Para além disto existe um lipído que produz uma glândula sebácea cuja tarefa é manter o cabelo flexível. Por vezes esta glândula produz lipidos em demasia ou em falta, o que faz com que o cabelo se torne oleoso ou seco e quebradiço.

  • Crescimento do cabelo

    O cabelo cresce cerca de 1 cm por mês. Após um período de três a sete anos a papila morre e a raiz do cabelo encolhe e degenera-se. O cabelo começa então a cair e dá lugar a novos cabelos, que nascem da papila regenerada. O crescimento do cabelo mantém-se pois o couro cabeludo não está na sua totalidade sempre na mesma fase. A queda de cerca de 60 a 100 cabelos por dia é completamente normal.

    O músculo erector pili é uma relíquia do nosso passado. Foi o que causou com que a pele ficasse tensa, quer fosse para conservar o calor durante o frio ou para afastar inimigos ao enfrentar perigo. As glandûlas sebáceas produzem sebo que é uma secreção oleosa que faz com que cabelo e pele sejam elástico.


  • A cor natural do cabelo

    Todo o ser humano tem uma cor natural de cabelo. Contudo, o que determina essa cor e porque é que há tanta variedade de cores naturais?

    A cor natural do cabelo depende do conjunto de diferentes pigmentos do cabelo. Cada cabelo contém uma mistura única de dois tipos de melanina: pigmentos pretos/castanhos chamados eumelanina e pigmentos vermelhos/amarelos chamados feomelanina. A cor do cabelo depende então da combinação destes pigmentos – preto escuro, castanho claro ou louro.

  • Champô – Limpeza suave

    A palavra champô vem da palavra hindi e significa “massajar”. O primeiro champô apareceu em 1904 na forma de pó. Ao lavar, o champô remove o excesso de óleos naturais, suor, pele morta, células e resíduos de produtos para pentear ou de tratamento de cuidado. O ingrediente mais importante é a combinação de surfactantes que formam uma espuma fina e cremosa e que limpam o cabelo sem o despir de nutrientes. Um champô com um pH de 5 ou 6 é ideal para o cabelo e couro cabeludo. Os bons champôs contêm ingredientes hidratantes tais como o panthenol que ajudam a regenerar a estrutura do cabelo e preservar a sua elasticidade. Uma vasta gama de champôs permite satisfazer todos os tipos de hábitos de cuidado do cabelo, tipos de cabelo e problemas do couro cabeludo.

  • Condicionador – Após o champô

    O condicionador pertence ao regime básico de cuidado do cabelo para cabelos compridos. Após o champô pode-se sentir e ver o quão indispensável é o condicionador. O cabelo molhado parece pouco maleável, sem vida e difícil de desembaraçar.

    São estas consequências que o condicionador evita. Ele faz com que o cabelo seja facilmente desembaraçado e protege das influências externas. Fica no cabelo por um período curto de tempo e fornece às cutículas exteriores ingredientes ativos que são imediatamente absorvidos e tornam o cabelo mais suave.

    Os condicionadores podem ser aplicados após cada lavagem e tornam o cabelo suave como seda e fácil de desembaraçar. O condicionador tem um efeito que permanece até à próxima lavagem.

  • Tratamento de cuidado – Para um cuidado extra.

    Tratamento de cuidado de Cuidado intensivos. Os tratamentos de cuidado fornecem cuidado intensivo e têm um benefício claro para o cabelo. São uma combinação de substâncias regenerativas concentradas. São massajados em cabelo húmido e transferem o seu material que une as fibras diretamente para o núcleo do cabelo. Este tipo de tratamento de cuidado intensivo deverá ter um tempo de pose de 2 minutos. O cabelo fica visivelmente regenerado. Graças à sua intensidade, estes tratamentos de cuidado têm um efeito que se mantém durante várias lavagens.

    Ao utilizar tratamentos de cuidado é particularmente importante atingir um nível ótimo de cuidado. Quão mais estragado tiver o cabelo, mais regularmente os tratamentos de cuidados devem ser aplicados. Os tratamentos de cuidado diferem nos seus ingredientes, aplicação e acima de tudo no seu nível de intensidade. Certos produtos solucionam certos problemas específicos de cabelo tais como pontas espigadas, cabelo muito estragado ou para a retenção da cor.

    Produtos de reparação instantânea. Um tratamento de cuidado sem passar por água é massajado no seu cabelo como usualmente ou através de um spray. A vantagem deste método é que o tratamento de cuidado não necessita de ser passado por água. Isto poupa tempo e faz com que o cabelo obtenha um cuidado duradouro sem pesar o cabelo.

  • Produtos de Styling

    Produtos de styling auxiliam na criação de um penteado. São aplicados em cabelo húmido ou seco e permitem uma maior elasticidade, volume e protegem o cabelo dos agentes externos. Para além disto tornam o penteado mais uniforme e permitem uma maior fixação.

    Estes produtos incluem loções, sprays, lacas ou espumas (mousses)

  • Laca

    A laca permite a finalização perfeita do penteado. Protege do vento e do sol, fornece a fixação necessária, cria brilho e ajuda na eficácia de outros produtos para pentear. Apesar de também estar disponível como um spray pulverizador, a laca é classicamente um produto aerossol. Por outras palavras é distribuído pelo cabelo numa forma muito fina com a ajuda de um propulsor. Tal como a maioria dos produtos para pentear, os ingredientes básicos da laca incluem formadores de película, aqui, em combinação com solventes e propulsores (gases sem CFC que não danificam a camada de ozono, tais como o isobutaeno, butano e dimetiléter). Cada vez são maiores as exigências às lacas do que a qualquer outro produto de styling: Deve manter o penteado mas ao mesmo tempo preservar a sua elasticidade natural. Deve ser resistente à humidade mas ao mesmo tempo sair com as lavagens. Deve ser suavemente vaporizado e secar rapidamente. Deve também proteger o cabelo dos agentes externos e mantê-lo hidratado ao mesmo tempo.

  • Espumas modeladoras

    Desde os anos 80 as espumas modeladoras têm vindo a substituir as loções de styling pois têm várias vantagens na sua aplicação: Não escorrem, são fáceis de dosear e de distribuir por todo o cabelo, de modo que o cabelo não fique pastoso.

    Exceto os agentes de aerossóis e tensoativos, os produtos de styling líquidos ou em espuma diferem pouco nos seus ingredientes básicos. Ambos contêm ingredientes básicos como substâncias nutritivas e formadores de película. As resinas sintéticas revestem cada cabelo com uma película estável, dando-lhe estabilidade e fixação. A quantidade de película é determinada de acordo com o nível desejado de fixação.

    Os polímeros catiónicos tornam o cabelo fácil de escovar e previnem que se torne estático. Água e álcool são utilizados como solventes. Os propelantes utilizados nas mousses de hoje em dia são compostos por gases que não prejudicam a camada de ozono, tais como o propano, betano ou isobutano.

  • Gel, Creme e Cera

    O gel, o creme modelador e a cera são ideais para modelar expressivamente, quer sejam secções particulares de cabelo ou todo um penteado. Os três produtos diferem nas suas fórmulas e a sua função é criar penteados individuais.

    Enquanto os geles são primariamente usados para criar penteados firmes e duradouros os cremes criam penteados naturais. A Cera tem como função modelar o cabelo natural.

    Os geles são incolores, essencialmente à base de água e de agentes de styling sem óleos, de modo a obter uma textura particular através de um agente que dá consistência. O cabelo com gel é solidificado e depois modelado. Quanto maior a proporção hidrófila do gel, maior o efeito “cabelo-molhado”. Ingredientes adicionais tais como óleos oferecem um brilho maior. Utilizar gel é fácil: aplique simplesmente em cabelo seco ou húmido e esculpa o penteado desejado. Isto permanece após secar assim que os agentes fixadores se tenham solidificado.

    Cremes de styling são emulsões de óleo em água, nas quais as substâncias oleosas são incorporadas numa base aquosa. Este tipo de emulsão é menos oleoso que uma emulsão água-em-óleo que é maioritariamente utilizada para cremes para a pele. O componente de óleo nos cremes de styling faz com que o cabelo se torne suave, tornando-o maleável e com um look natural. Com os cremes obtém-se menos fixação quando comparado com geles mas são facilmente modelados. O creme é mais eficaz quando aplicado na linha do cabelo húmido ou seco. O cabelo pode ser modelado, tanto com os dedos ou com uma escova. Seque o cabelo ou deixe secar ao ar e está terminado!

    A cera oferece fixação e brilho a secções individuais do cabelo. É composta por óleos de plantas ou minerais em combinação com emulsionantes em forma sólida. Para um brilho maior algumas ceras incorporam pequenas partículas douradas ou prateadas. A cera optimiza o penteado de visuais trendy e é particularmente indicado para estilos esculpidos e para acentuação dramáticas de porções individuais de cabelo.

  • Coloração permanente – Como funciona?

    A coloração permanente é a melhor maneira de dar ao seu cabelo uma cor duradoura e de cobrir os cabelos brancos. Colorações permanentes consistem em diferentes componentes. Em primeiro lugar um agente alcalinizante abre a estrutura do cabelo de modo a que pequenos pigmentos de cor e um oxidante se possam incorporar no interior do cabelo. Ao estarem incorporados no cabelo estes pigmentos – que até á altura estão sem cor – juntamente com o oxidante desenvolvem o tom que dá ao cabelo a sua coloração final. Após isto a superfície do cabelo é fechada e suavizada com o condicionador que fixa a cor no cabelo. A coloração permanente só sai com o crescimento do cabelo.